DESTAQUE

SÃO BENTO VISITOU A SUA TERRA (ACTUALIZAÇÃO)

No domingo de Pascoela e da Divina Misericórdia, São Bento desceu do seu altar, na Igreja Paroquial, e visitou todos os lugares da freguesia...

sábado, 24 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (33) - sábado da quinta semana

24 MAR
Sábado da quinta semana Quaresma

 Do evangelho de João 
«Que havemos nós de fazer, dado que este homem realiza muitos sinais miraculosos? Se o deixarmos assim, todos irão crer nele e virão os romanos e destruirão o nosso Lugar santo e a nossa nação.» Mas um deles, Caifás, que era Sumo Sacerdote naquele ano, disse-lhes: «Vós não entendeis nada,nem vos dais conta de que vos convém que morra um só homem pelo povo, e não pereça a nação inteira.» (11,47-50)

------------------------
Quantas vezes não se condena pelas costas,
com a cobardia da pretensa 'sabedoria',
uma sabedoria que anula o outro
e usa as artimanhas do 'popularismo' e do poder
para afastar 'quem faz sombra'!
São as palavras e os 'milagres' de Jesus que causam inveja. 
Não é o mal que comete, mas o bem! 
Que incongruência humana!
E ainda há a questão tão actual e pertinente:
'é melhor que sofra e morra o outro, mesmo sendo inocente, do que eu'!
Quanta irresponsabilidade e fuga diante das situações injustas,
quanta insensibilidade humana.
Procura-se o caminho mais fácil do 'falso testemunho',
da acusação incoerente e infundada,
para denegrir e 'matar' o irmão.
-----------------------------
 Oração: 
Senhor Jesus, durante este tempo da Paixão, 
quero recolher-me diante do realismo da tua cruz. 
A tua promessa ainda não suprime os conflitos, 
nem nos dá a paz de um modo qualquer. 
Ajuda-me a percorrer também o teu caminho de 'entrega', 
para entrar na glória, que começa desde já. 
Que jamais eu ceda à tentação de fugir do combate, 
permitindo que a divisão se radique no mundo, 
e fazendo coro com os teus inimigos. 
Ajuda-me a aceitar generosamente a luta, confiando na tua graça, 
invocada na oração.
 Assim participarei, desde já, 
na vitória definitiva do amor e na alegria do Pai. Amen.

sexta-feira, 23 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (32) - sexta da quinta semana

23 MAR
Sexta feira da quinta semana Quaresma

 Do livro de Jeremias 
«Cerco de terror! Denunciai-o! Vamos denunciá-to!» Os que eram meus amigos espiam agora os meus passos: «Se o enganarmos, triunfaremos dele, e dele nos vingaremos. O Senhor, porém, está comigo, como poderoso guerreiro. Por isso, os meus perseguidores serão esmagados e cobertos de confusão, porque não hão-de prevalecer. A sua ignomínia nunca se apagará da rnemória," Mas Tu, Senhor do universo, examinas o justo, sondas os rins e os corações.(20,10-11)

------------------------
São tantos (a afinal ainda tão poucos)
os que de uma maneira ou outra nos indicam
o caminho da mudança,
de um coração de 'pedra' 
- enraivecido, vingativo, opressivo, mal-intencionado - 
para um coração de 'carne' 
- atento, generoso, pronto à compaixão, disposto a deixar-se perdoar -!
O pecado, quando se torna vingança, é o pior de todos
porque não enxerga o bem 
e faz da sede de 'altivez' uma maquinação absoluta,
ficando sem tempo para mais nada
a não ser encontrar todos os meios para condenar
e 'eliminar' todo aquele que se 'ponha no caminho'!
Como diz o Senhor,
"há 'demónios' -pecados  e maldades - que só fogem de nós, só são dominados,
pela oração" e pela oração de uns pelos outros.
Coloquemo-nos nas mãos de Deus.
Tanta ignomínia, tanta injustiça, tanta falsidade nas pseudo-acusações,
tanta 'magicação' incoerente e invectiva na mente humana...
Pouco a pouco, estes dias quaresmais permitem-nos ver 
ao mesmo tempo a criatividade do mal que condena inocentemente 
e a 'justiça' da fidelidade de Deus,
que se deixa aniquilar para nos ajudar a compreender 
o quanto somos 'baixos'... e assim nos dar entendimento 
para nos levantarmos de novo!
-----------------------------
 Oração: 
Senhor Jesus, mostraste que Te revelas, 
não só por palavras, mas também por obras.
Ajuda-me a viver em união contigo,
e a escutar atentamente as tuas palavras, p
ara ter em mim os sentimentos que estavam no teu Coração.
Que nas minhas actividades, que em todas as circunstâncias,
mesmo nas mais difíceis,
com as minhas palavras e com as minhas obras,
eu posso ser sinal do teu amor sem limites.
Que saiba perdoar aos meus irmãos todas as suas faltas para comigo, imaginárias ou reais.
Que eu saiba rezar por eles,
e oferecer-me generosamente, em espírito de amor e de reparação. Amen.

quinta-feira, 22 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (31) - quinta da quinta semana

22 MAR
Quinta feira da quinta semana Quaresma

 Do evangelho de joão 
Em verdade, em verdade vos digo: se alguém observar a minha palavra, nunca morrerá.»Disseram-lhe, então, os judeus: «Agora é que estamos certos de que tens demónio! Abraão morreu, os profetas também, e Tu dizes: ‘Se alguém observar a minha palavra, nunca experimentará a morte? Porventura és Tu maior que o nosso pai Abraão, que morreu? E os profetas morreram também! Afinal, quem é que Tu pretendes ser?» Jesus respondeu: «Se Eu me glorificar a mim mesmo, a minha glória nada valerá. Quem me glorifica é o meu Pai, de quem dizeis: ‘É o nosso Deus". e, no entanto, não o conheceis. Eu é que o conheço; se dissesse que não o conhecia, seria como vós: um mentiroso. Mas Eu conheço-o e observo a sua palavra. Abraão, vosso pai, exultou pensando em ver o meu dia; viu-o e ficou feliz.» Disseram-Ihe, então, os judeus: «Ainda não tens cinquenta anos e viste Abraão?» Jesus respondeu-lhes: «Em verdade, em verdade vos digo: antes de Abraão existir, Eu SOU!» Então, agarraram em pedras para lhe atirarem. Mas Jesus escondeu-se e saiu do templo.(8,51-59)

-----------------------

Existem muitos cristãos parados, que não caminham; 
cristãos atolados nas coisas de todos os dias – bons, bons! – 
mas não crescem, permanecem pequenos. 
Cristãos estacionados: se estacionam. 
Cristãos engaiolados que não sabem voar com o sonho 
a esta bela coisa para a qual o Senhor nos chama”.
Quando é assim pretende-se ter sempre razão 
e então começa a 'pedrada' a quem segue o caminho direito!
Muitos, assim ditos religiosos, porque cumpridores escrupulosos
das regras, mas sem espírito fraterno,
são os primeiros a confrontar-se pela negativa, 
condenando à priori.
É importante fazer uma caminho interior
que afaste da 'crítica sarcástica',
quando ela apenas tem intenção de destruir
porque se perdeu o protagonismo totalitarista!
A vida que o Senhor oferece só pode ser dada
a quem se deixa 'seduzir' e guiar pela abertura a Deus Pai, ao céu.
Diz-se que o 'ataque' é um sinal de força,
mas quantas vezes o ataque é apenas 'cobardia'.

Quando se quer fazer finca-pé todos os argumentos parecem servir!!!!
Precisamos de misericórdia e de deixar-nos guiar pelo espírito de Cristo.
-----------------------------
 Oração: 
Ó S. José, eu admiro e louvo a vossa perfeição e a vossa santidade. 
Que exemplos e que méritos! A vossa intercessão no céu é sempre escutada. 
O Coração de Jesus não pode ficar insensível à vossa oração. 
Pedi hoje a minha conversão, a minha santificação. 
Pedi o perdão de todas as minhas faltas e a graça de corresponder 
ao que Nosso Senhor espera de mim. 
Ajuda-me a dizer como Tu e como Maria, 
Tua esposa fidelíssima: Fiat! Fiat! 
Amen




“Porque existem muitos cristãos parados, que não caminham; cristãos atolados nas coisas de todos os dias – bons, bons! – mas não crescem, permanecem pequenos. Cristãos estacionados: se estacionam. Cristãos engaiolados que não sabem voar com o sonho a esta bela coisa para a qual o Senhor nos chama”.

quarta-feira, 21 de março de 2018

PLANO DA SEMANA SANTA NA PARÓQUIA MIRA DE AIRE2018


40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (30) - quarta da quinta semana

21 MAR
Quarta feira da quinta semana Quaresma

 Do evangelho de João 
«Em verdade, em verdade vos digo: todo aquele que comete o pecado é servo do pecado, 35 e o servo não fica na família para sempre; o filho é que fica para sempre. 36 Pois bem, se o Filho vos libertar, sereis realmente livres. 37 Eu sei que sois descendentes de Abraão; no entanto, procurais matar-me, porque não aderis à minha palavra. 38 Eu comunico o que vi junto do Pai, e vós fazeis o que ouvistes ao vosso psi» 39E1es replicaram-lhe: «O nosso pai é Abraão!» Jesus disse-lhes: «Se fôsseis filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão! 40 Agora, porém, vós pretendeis matar-me, a mim, um homem que vos comunicou a verdade que recebi de Deus. Isso não o fez Abraão! 41 Vós fazeis as obras do vosso psi»(8,34-41)

------------------------

A liberdade é um valor de que todos desejamos usufruir.
Mas nem sempre a procuramos onde a podemos encontrar. 
Quem não deseja ser 'livre'?
Mas que liberdade?
De fazer o que quero ou de fazer aquilo com que me responsabilizo?
A autêntica liberdade pode trazer-nos dissabores e até a 'cruz',
quando ela significa tomar posição ou assumir o que se crê
diante de quem quem 'meneia' a cabeça
e escarnece! 
Mas é essa a liberdade a sério.
Ser o que se é, 'sem medos'!
Essa liberdade garantiu a Jesus a Paixão, 
mas também foi a garantia da nossa salvação.
Só é livre quem está pronto a deixar-se conduzir,
com firmeza, pelo bem altrui'!
Os gestos de liberdade podem até levar ao suplício,
mas tornam imensos e grandes os seus autores!
O que aparentemente pode parecer uma perda, 
torna-se uma grande vitória!
E é assim que surgem 'frutos' de vida nova!
-----------------------------
 Oração: 
Senhor Jesus, faz-me compreender que,
para viver como filho do Pai,
não me basta ser baptizado,
mas também preciso de fazer as suas obras,
e de crescer na escuta da sua voz,
deixando que a tua palavra lance raízes em mim,
e tome gradualmente posse de todo o meu ser.
Faz-me também compreender que me tornas livre apenas
na medida em que abro à tua palavra, não só a minha inteligência,
mas também a minha vida.
A tua gloriosa Paixão faz-nos vitoriosos contra o pecado,
contra todas as dificuldades, contra o sofrimento.
 Faz-nos livres! Obrigado, Senhor! Amen
.

terça-feira, 20 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (29) - terça da quinta semana

20 MAR
Terça feira da quinta semana Quaresma

 Do livro dos Números e do evangelho de João
O povo falou contra Deus e contra Moisés: «Porque nos fizestes sair do Egipto? Foi para morrer no deserto, onde não há pão nem água, estando enjoados com este pão levíssimo? (Nm 21,5).
Ele acrescentou: «Vós sois cá de baixo; Eu sou lá de cima! Vós sois deste mundo; Eu não sou deste mundo. Já vos disse que morrereis nos vossos pecados. De facto, se não crerdes que Eu sou o que sou, morrereis nos vossos pecados.» perguntaram-Ihe, então: «Quem és Tu, afinal?» Disse-lhes Jesus: «Absolutamente aquilo que já vos estou a dizer! Tenho muitas coisas que dizer e que julgar a vosso respeito; mas do que falo ao mundo é do que ouvi àquele que me enviou, e que é verdadeiro.» Eles não perceberam que lhes falava do Pai. (8,23-27).

------------------------
Facilmente nos cansamos,
facilmente nos esquecemos do amor que nos foi dado,
facilmente perdemos a memória das graças recebidas!
E daí à murmuração vai um pequenino passo...
Ainda não aprendemos que 'sem memória não há futuro'!
Em tempo de quaresma será bom olhar um pouco mais para cima,
para onde o Senhor nos quer levar e levantar,
e compreender que só se pode chegar ao céu
com os pés bem assentes na terra...
com os gestos da caridade, com o amor fraterno,
com os sinais próprios do tempo que vivemos antes da Páscoa:
jejum como partilha, oração como fortaleza nas provações,
perdão como 'querer' vida nova e mais feliz.
E no fim de tudo dito vem o mais importante:
confiar, acreditar em Quem merece crédito
pelas suas obras, pelas sua palavras,
pela sua 'paixão' e 'compaixão'!
Avancemos decididos que o tempo é este!
-----------------------------
 Oração: 
Senhor Jesus, ensina-me e ajuda-me a contemplar o teu grande amor pelo Pai, 
e o grande amor do Pai por Ti, 
para que o meu coração se dilate de alegria e de generosidade. 
O amor do Pai por Ti manifestou-se na plena confiança 
com que Te entregou ao sacrifício que havia de salvar o mundo, 
fazendo novas todas as coisas, e mudando o nosso coração. 
O teu amor pelo Pai manifestou-se na obediência pronta e generosa 
com que Te dispuseste a realizar o seu projecto salvador. 
Nessa troca de amor, descubro também o imenso amor do Pai, 
e o teu, por mim e por cada um dos homens. 
Esse amor não permitiu que fôssemos abandonados ao horror do pecado. 
Contemplando-Te na cruz, descubro o mistério de amor imenso com que fui salvo, 
com que todos fomos salvos. 
Eu Te dou graças, de todo o coração, 
pedindo que me ajudes a corresponder a esse amor. Amen
.

segunda-feira, 19 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (28) - segunda da quinta semana

19 MAR
Segunda feira da quinta semana Quaresma
Solenidade de São José, esposo da Virgem Maria

 Do evangelho de Lucas 
Todos quantos ouviam o Menino (Jesus), estavam estupefactos com a sua inteligência e as suas respostas. Ao vê-lo, ficaram assombrados e sua mãe disse-lhe: «Filho, porque nos fizeste isto? Olha que teu pai e eu andávamos aflitos à tua procura!» Ele respondeu-lhes: «Porque me procuráveis? Não sabíeis que devia estar em casa de meu Pai?» Mas eles não compreenderam as palavras que lhes disse. Depois desceu com eles, voltou para Nazaré. (2,47-51)

------------------------

Um pai... e mais que pai;
um homem confiante,
honesto, com dúvidas de fé...
mas consciente da sua missão!
Cada pai pode ser um José:
aberto 'à vontade de Deus',
pronto para os desígnios, por vezes tão 'misteriosos'
da vida dos filhos,
misteriosos porque maiores, 
porque a vida é dom e a um pai compete 
'cuidar' dela, com o carinho e a ternura,
com o espírito da fortaleza e com a confiança no futuro!
O Pai José soube perceber
os 'sonhos' da vida,
abriu-se a um discernimento sobre o 'Filho'
que havia de nascer.
Homem da sabedoria que não se exalta,
mas que se coloca a serviço.
Homem de escuta e da acção
que descobre o dom da sua esposa Maria.
Pai premuroso e atento.
Obrigado, Senhor,
pelos pais que nos amam
e por todos os pais da terra.
Dá-lhes a alegria de serem como José,
na dedicação e no amor sem medida e sem fim.
Amen! 
-----------------------------
 Oração: 
Ó S. José, eu admiro e louvo a vossa perfeição e a vossa santidade. 
Que exemplos e que méritos! A vossa intercessão no céu é sempre escutada. 
O Coração de Jesus não pode ficar insensível à vossa oração. 
Pedi hoje a minha conversão, a minha santificação. 
Pedi o perdão de todas as minhas faltas e a graça de corresponder 
ao que Nosso Senhor espera de mim. 
Ajuda-me a dizer como Tu e como Maria, 
Tua esposa fidelíssima: Fiat! Fiat! 
Amen

domingo, 18 de março de 2018

PEREGRINAÇÃO DIOCESANA A FÁTIMA- 18MAR2018

UM FELIZ REENCONTRO 
COM A MÃE DE TODOS NÓS!
Não foi a chuva, nem o frio, nem o vento... que demoveu quem quis celebrar este dia com Maria, em Fátima. Um bom 'pedaço' de cristãos da diocese, mesmo com a intempérie forte, rumou a Fátima...alguns (até mirenses, alvadenses e são bentonenses) corajosos fizeram a caminhada a pé, mesmo contra ventos e marés! 
Mas foi ali, aos pés de Maria, com todo o colorido dos estandartes e das 'bandeiras da Festa da Fé' a fazer - como disse o nosso bispo - 'uma bela coroa a envolver a parte celebrativa do recinto ', que se sentiu que o 'calor' da fé e da comunhão, o sentir-se 'representantes' vivos das comunidades paroquias, foi muito mais belo e forte que o 'frio de rachar' que se fazer sentir! 
Nossa Senhora e o Seu Filho aqueceram o coração de quantos tiveram a ousadia, a audácia e a coragem de sair do quentinho (eventualmente 'preguiçoso') das suas casas para ir até à Casa da Mãe e do Filho. Outros certamente não puderam ir e outros não foram capazes!
O nosso Pastor, o nosso bispo, encheu-nos o coração com palavras que foram direitinhas à nossa consciência de cristãos e de filhos amados por Deus e pela Mãe, que também foi a primeira discípula.
Foi um forte domingo. Creio que todos os que participaram, de todas as comunidades, de Alvados, de Mira de Aire (até os quarentões...), de São Bento, não deram o tempo por 'perdido', antes, talvez possam até ter descoberto que é nas pequeninas 'mortes', como o grão de trigo, que se sentem já muitos bons frutos. 

Aqui vão as provas do que acabo de testemunhar!
















40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia - domingo da quinta semana

18 MAR
Domingo da quinta semana Quaresma

Do livro de Jeremias: 
Dias virão, diz o Senhor,
em que estabelecerei com a casa de Israel e com a casa de Judá
uma aliança nova.
Não será como a aliança que firmei com os seus pais,
no dia em que os tomei pela mão
para os tirar da terra do Egipto,
aliança que eles violaram,
embora Eu exercesse o meu domínio sobre eles, diz o Senhor.
Esta é a aliança que estabelecerei com a casa de Israel,
naqueles dias, diz o senhor:
Hei-de imprimir a minha lei no íntimo da sua alma
e gravá-la-ei no seu coração.
Eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
Não terão já de se instruir uns aos outros,
nem de dizer cada um a seu irmão:
«Aprendei a conhecer o Senhor».
Todos eles Me conhecerão,
desde o maior ao mais pequeno, diz o Senhor.
Porque vou perdoar os seus pecados
e não mais recordarei as suas faltas. (31,31-34)
------------------------------------

Deus constata a falência da aliança com o seu amado povo,
porque o seu povo perdeu a 'massa cinzenta' da fé,
procurou outros deuses (como hoje, em 2018, acontece),
porque o Deus dos nossos pais era fiel e queria fidelidade,
perdoava e queria que se perdoasse,
dava a vida e queria que os seus a partilhassem,
estava próximo e queria acolhimento!
Mas Deus não desiste porque o seu amor é 'eterno',
a sua promessa tem de cumprir-se,
custe o que custar,
e por isso aposta sempre de novo naqueles que ama (em nós)!
Seremos dignos destinatários deste amor maior?
Ou também nós nos deixamos seduzir pelos coelhinhos 
e pelos ovos da Páscoa (que aí vem a correr),
porque não queremos compromissos que envolvam toda a vida,
de todo o coração?
Deus, em Jesus, está pronto a 'apostar' de novo,
quer esquecer as nossas faltas,
quer gravar no íntimo de cada um a sua 'marca' de excelência!
O tempo está próximo...
não percamos o tempo!

  • --------------------------------------

Oração: 

Senhor Jesus,
Tu afirmastes com todo o enlevo
e com todo o realismo que
se o grão de trigo quer dar fruto, 
é preciso que ele passe pela terra onde vai apodrecer, 
mas o seu percurso não pára aí, o fruto brotará.
Escolheste o caminho da cruz,
da morte - aparentemente inútil -
para me dizer a verdade da minha natureza humana:
quem não se entrega pela vida altrui
nada faz de bom e nunca será 'grande'.
Ensina-me a viver uma generosidade abundante,
sem medida, a ser humilde na doação
e a perceber a grandeza da terra,
que é o ´humus'
que me permite viver.Amen.