DESTAQUE

SÃO BENTO VISITOU A SUA TERRA (ACTUALIZAÇÃO)

No domingo de Pascoela e da Divina Misericórdia, São Bento desceu do seu altar, na Igreja Paroquial, e visitou todos os lugares da freguesia...

sábado, 2 de janeiro de 2021

LITURGIA FAMILIAR PARA A SOLENIDADE DA EPIFANIA

Envia-se uma proposta nova, para a solenidade da Epifania ( Dia de Reis).

Que ninguém fique a olhar, sem nada mexer na sua vida e na sua fé.

Não corramos o risco de apenas nos lamentarmos, sem procurarmos com criatividade enfrentar novos desafios, também na fé.

(O 'cuidado' que devemos ter pode não nos permitir reunir-nos em Igreja, na Igreja, mas isso não pode significar anular ou esvaziar a nossa oração e a nossa fé, por isso aqui fica um breve instrumento para mantermos viva a nossa vivência cristã)

---------------------

A celebração da Liturgia Familiar
é um bom exercício preparatório
do Ano da Família.
Com o Ano da Família,
a iniciar a 19 de março de 2021,
a Igreja comemora 5 anos da publicação
da exortação apostólica Amoris Laetitia
sobre a beleza e a alegria do amor familiar.
No dia 19 de março
o Papa Francisco
inaugura o Ano "Família Amoris Laetitia",
que terminará em 26 de junho de 2022,
por ocasião do X Encontro Mundial das Famílias
em Roma com o Santo Padre.

.-------------------------

vídeo: SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR

texto: CELEBRAÇÃO EM TEXTO






EPIFANIA - A partir da Palavra

 

EPIFANIA DO SENHOR: «Nós vimos a sua estrela…» - Ano B

Erguer o olhar e vislumbrar o brilho de pontinhos!

Unidos são esboços que provocam sorrisos!
Na escuridão são Fé! São sinal de Esperança! Nas trevas são o primórdio da caridade!
São a metáfora perfeita:
ao perto são de extensão indefinida; ao longe são visivelmente pequenos.
Estrelas… A Luz do Cristo que se revela!

Para todos os que são incrédulos e se afastam da Luz de Deus,
estrelas são poeiras cósmicas sem sentido e sem valor!
Para quem sente a Luz de Deus,
estrelas são sinais que o Criador coloca à nossa disposição,
para que o nosso coração ilumine o peito de quem vive nas trevas.

Hoje, celebramos a Epifania do Menino Rei.
A manifestação de Deus aos olhos dos gentios.
Os Reis Magos, vindos do Oriente, seguiram uma estrela diferente, a Estrela de Belém!
Não tiveram medo, nem ficaram indiferentes… Algo tão belo só podia ser BOM!
Então… «Entraram na casa, viram o Menino com Maria, sua Mãe,
e, prostrando-se diante d’Ele, adoraram-n’O.»
A força e o poder que o Rosto humilde do Menino irradiava,
não permitiu que os corações daqueles homens nobres, permanecessem na noite.
Ao chegarem perto de tamanha pequenez, alcançaram a infinita bondade de Deus!

Eu e Tu somos as estrelas que vagueiam pelas ruas escuras.
Há gentios que nos procuram.
Há estrelas como nós, que se esquecem de brilhar!
O Cristão não pode amarfanhar a sua origem.
Somos pequenos pontos de luz, humildes Filhos de Deus.

Quando atingimos a idade adulta, abandonamos o sonho de tocar nas estrelas.
Só o sorriso de uma criança é capaz de nos vencer e voltamos a sonhar.
Quem resiste?
Conquistam-nos o coração até com uma asneira!
Uma criança é sinal de luz. É esperança cristalina. É Amor…

A Vinda do Messias, a revelação Divina de Deus,
num Mistério tão singelo e humilde como o nascimento de uma criança,
é a Estrela mais brilhante que cada ano nos oferece.

Não percas a oportunidade de iniciar o ano de joelhos ao pé do Presépio…
O Menino Jesus estará presente para recarregar a tua luz!
Verás o verdadeiro sorriso da Caridade divina!

Durante o ano de 2021 vamos SER LUZ!

EPIFANIA 2021

 


quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

LITURGIA FAMILIAR PARA A SOLENIDADE DA SANTA MÃE DE DEUS (1de Janeiro2021)

Envia-se uma proposta nova, para um tempo novo e um ano novo que inicia.

Que ninguém fique a olhar, sem nada mexer na sua vida e na sua fé.

Não corramos o risco de apenas nos lamentarmos, sem procurarmos com criatividade enfrentar novos desafios.

(O 'cuidado' que devemos ter pode não nos permitir reunir-nos em Igreja, na Igreja, mas isso não pode significar anular ou esvaziar a nossa oração e a nossa fé, por isso aqui fica um breve instrumento para mantermos viva a nossa vivência cristã)

texto: Liturgia Familiar

vídeo: SOLENIDADE DA SANTA MÃE DE DEUS (liturgia familiar)

Um feliz e santo ano.

A Mãe de Deus e nossa mãe nos protege e esteja atenta aos nossos dias neste novo ano.





SANTA MÃE DE DEUS (Dia Mundial da Paz)

 


ADVENTO NA CATEQUESE em Mira de Aire (2020)

UM DESAFIO, UMA CAMINHADA. UMA COROA

Uma proposta apresentada no início do Advento e que algumas crianças e adolescentes da catequese aceitaram: elaborar a Coroa de Advento, como caminho de luz para o nascimento de Jesus, a LUZ DO MUNDO. Estas são a coroas de Advento dos que participaram no DESAFIO. E o desafio era mostrar que a luz de cada domingo nos levava a Jesus, como o MELHOR PRESENTE DE NATAL.

E esse presente está sempre presente na Eucaristia.

Mesmo em tempo de confinamento a catequese não parou e com a criatividade e o espírito de amizade a Jesus, é bom continuar a crescer na fé. 

Eis o fruto dessa caminhada que alguns fizeram, com a colaboração dos pais, na sua própria casa.


ADVENTO 2020 na catequese


Os protagonistas foram as crianças e adolescentes que embarcaram nesta aventura e fizeram bonitas coroas de advento. Todos receberam a proposta e alguns agarraram-na. A comunidade agradece-lhes.

A Sandra Lourenço reuniu, organizou e compôs este trabalho.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

CUIDAR DA PAZ (dia mundial da Paz 2021)

 A PAZ, A PAZ, A PAZ...FELIZ É QUEM A FAZ!

A paz não faz parte do 'vocabulário' da passividade. A paz nunca é indiferença. A paz nunca é 'não fazer nada'! A paz não tem medo de 'perder', se 'perder' for sinal de entrega, doação, criatividade para o bem! A paz nunca se vangloria, mas rejubila quando alcançada!


A paz é uma atitude dinâmica, construtiva... é sinal de fortaleza. Sós os ´fortes' de convicções, de esperança, de altruísmo, são capazes de promover a paz. 


A paz é um dom que só dá fruto quando acolhido com humilde perseverança. 'Felizes os construtores da paz'. Os que 'cuidam com todo o carinho e ternura por um pedaço de paz'. Os que forem pequenas acendalhas na edificação de equilíbrios que harmonizem a humanidade serão certamente fabulosos 'construtores de paz'


A paz é também o outro nome do perdão. Não há paz sem co-perdão. A paz nasce sempre no coração. 


A paz não tem preço, é uma 'imposição' da gratuidade e do amor.


Cuidemos da paz. 

MENSAGEM DO SANTO PADRE PARA O DIA MUNDIAL DA PAZ 2021