DESTAQUE

A PROFISSÃO DE FÉ E A PRIMEIRA COMUNHÃO

O caminho da fé não cede às agruras do tempo.  Em ano pastoral tão diferente, tão cheio de recuos e avanços, tão marcado pelos sinais estran...

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

JMJ - Lisboa 2023



Um 'cheirinho' que sabe tão bem e está tão bem feito.

Havemos de ouvir falar deste acontecimento pelos tempos vindouros.

Por agora apreciem esta apresentação e disfrutem deste belo logotipo.

Depois é pôr-nos em atitude de 'marcha', especialmente os jovens, para viver uma experiência única que marcará a vida para sempre!


JMJ Lisboa2023

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

CRIANÇAS REZAM PELA PAZ

 UM GESTO DE ORAÇÃO A ACOMPANHAR


“UM MILHÃO DE CRIANÇAS REZAM O TERÇO” PELA PAZ NO PRÓXIMO DOMINGO

“Um milhão de crianças rezam o Terço” pela unidade e a paz no próximo domingo, dia 18 de outubro. Esta iniciativa da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) congrega crianças e famílias de 80 países. Em Portugal, a oração do Terço será rezada por cinco crianças, a partir das 18h30, na Capelinha das Aparições, em Fátima, com transmissão em direto pela Rádio Renascença, TCVN e redes sociais.

O objetivo desta iniciativa mundial, que em Portugal conta com a colaboração da Rede Mundial de Oração do Papa e o Santuário de Fátima, é incentivar a oração do Terço pelas crianças, em família, com as catequistas ou na paróquia.

No final da oração do Angelus do último domingo, o Papa Francisco encorajou à participação nesta “bela manifestação que envolve as crianças de todo o mundo, que rezarão especialmente pelas situações críticas causadas pela pandemia”.

Uma vez que, este ano, a iniciativa “Um milhão de crianças rezam o Terço” acontece num domingo, a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre convida as escolas e jardins de infância a realizar este momento de oração na segunda-feira, dia 19 de outubro.

Os materiais de apoio à oração do Terço estão disponíveis na página oficial do evento. Pode descarregar aqui o desdobrável com a oração de Consagração das Crianças à Mãe de Deus e orientações para o Terço pela Unidade e a paz.

Veja aqui (fazer clik em cima)

CRIANÇAS REZAM PELA PAZ

domingo, 11 de outubro de 2020

XXVIII DOMINGO COMUM A- A partir da Palavra

 

 «O reino dos Céus pode comparar-se a um rei que...»  

Não Querer! Não Procurar! Não Encontrar! Não Aceitar! Não Converter! Não Concretizar!

Queixamo-nos de tudo e de todos… Permanecemos num carpir constante!
O lado negativo, o copo meio vazio, faz sempre mais peso na nossa vida.
Porque será que não aceitamos de ânimo-leve os obstáculos que nos fazem crescer?
E é assim a nossa vida sem o Rei dos Reis, sem Deus… Sem aceitarmos o convite para o terno Banquete!

 

Todas as promessas do Antigo Testamento são cumpridas.
Quantas vezes na tristeza, sentiste aquela brisa suave a apaziguar a dor que sentes?
Quando olhas para o lado, decerto encontras um amigo ou um familiar!
Mesmo que caminhes por estradas sem fim;
Mesmo que te afastes da Igreja que te acolhe;
Mesmo que o teu coração tenha um ritmo sem vida;
O Senhor, o Pastor que Te conduz, encontrar-te-á sempre! Confia!
Nestes tempos confusos e tristes tu e eu precisamos aprender a viver na fartura e a passar fome
a viver desafogadamente e a padecer necessidade!
e… como diz S. Paulo a afirmar com toda a Esperança : «Tudo posso n’Aquele que me conforta.»

 

Hoje, a liturgia do 28º domingo do Tempo Comum, do ano A, delicia-nos com um generoso banquete,
enche-nos o copo e sacia-nos.
O Bom Senhor Jesus apresenta-nos uma parábola de mesa farta:
«Preparei o meu banquete, os bois e os cevados foram abatidos, tudo está pronto. Vinde às bodas’»
Ao convite há uma variedade de atitudes:
«Mas eles, sem fazerem caso, foram um para o seu campo e outro para o seu negócio;
os outros apoderaram-se dos servos, trataram-nos mal e mataram-nos.»
Não foram capazes de ver que o Senhor os convidava para habitarem na sua casa
e partilharem com Ele da Sua infinita alegria…
Não conseguiram ver para além do que a vida terrena lhes dava!

 

Ó convidado que andas distraído:
abre o teu coração para a força da Palavra de Deus que sai da boca de homens e mulheres como eu e como tu.
Rasga o teu peito para acolheres o Amor mais puro que Deus coloca à nossa disposição: o humilde Pão!
A Missa é o convite que o Pai te faz.
Mas, a nossa resposta parece mais negativa do que positiva.
Por isso, o Mestre termina o seu ensinamento de hoje com o reparo:
«Na verdade, muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos».
A nossa presença à mesa do Banquete nupcial do Filho do Rei é o expoente máximo da nossa Alegria.
Vem celebrar o Sacramento da Eucaristia!
Basta: Querer, Procurar, Encontrar, Aceitar, Converter e Concretizar os desígnios de Deus…
Vem! Veste a tua farpela mais gira e Vem! A Festa é tua!


Liliana Dinis