DESTAQUE

INFORMAÇÕES PAROQUIAIS - Retoma de celebrações e acções suspensas

RETOMAMOS O NOSSO CAMINHO COM A NORMALIDADE POSSÍVEL «Nesta hora de ação de graças a Deus, queremos também exprimir o nosso reconhecimento a...

sábado, 19 de dezembro de 2020

IV DOMINGO ADVENTO B- A partir da Palavra

 

IV DO ADVENTO: «Não temas, Maria…» - Ano B

São de estatura baixa. Aparentam uma forma singela.

Mostram-se menos fortes. Falam mais baixo.
Mas, são o início da vida. São o primeiro porto seguro da barca que é a Igreja.
São o portal mágico que transporta a humanidade inteira para este mundo!
São mulheres! São coragem pura e única…

 

Maria é a Arca da Aliança. É o templo sagrado que alberga e protege a humanidade.
Deus Pai, que é Misericordioso sem limites,
escuta a nossa invocação e permanece firme à aliança que estabeleceu com o Seu Povo.
A aliança que Maria dá vida!
Jesus, O Cristo, é a revelação divina…
É a manifestação do próprio Deus a todos os que obedecem e vivem na Fé, como Maria viveu!

 

Hoje, o 4º domingo do Advento, do Ano B, traz-nos A Mãe.
A Mulher que partilhou o Seu Filho com a humanidade.
A Menina que teve a coragem de um verdadeiro herói ao responder, humildemente:
«Eis a escrava do Senhor…»

 

Vivemos no século XXI.
Fomos bafejados pela liberdade total.
Quem se atreve a aceitar a condição de escravo?
Nem eu, nem tu!
Maria também era livre. Todos os viventes são livres.
Deus semeia-nos no ventre da nossa mãe,
sonha com a nossa vida e anseia, para cada um de nós,
uma vida fértil em felicidade.
Sem impor a Sua presença… Sem ordenar a missão… Sem exigir…
Ama-nos… fita-nos com palavras doces: «encontraste graça diante de Deus.»
e aguarda, pacientemente, o nosso “Sim!” convicto e firme.

 

Maria é o princípio da nossa salvação.
Esta Mulher Menina de coração simples,
carrega o Verbo divino e no silêncio faz brotar a semente da Esperança.

 

No Rosto de Maria encontramos a Caridade mais pura e casta de todos os tempos.
Viver ao sabor da Mãe do Filho do Altíssimo é a provocação mais generosa
que podemos encontrar na vida.
O que nos deixa perturbados? Porque permanecemos parados?
O medo prende os nossos gestos.
O escasso relacionamento que temos com o Bom Deus
arrasta-nos para a insensatez de negarmos o pedido do Pai.

 

Hoje, a Mulher que salva a tua vida quer-te!
Deseja-te com um amor profundo.
A Sua boca silencia as tuas dúvidas e devaneios.
Os Seus ouvidos aguardam o chilrear do teu canto.
O Seu olhar está virado para os teus pés
que partem para a anunciar a Esperança, num Menino que irá nascer!

 

Atreve-te e partilha a alegria de cumprir a vontade do Pai.


Liliana Dinis

HORÁRIO DAS CELEBRAÇÕES EM TEMPO DE NATAL 2020 - ALTERAÇÃO

 




IV DOMINGO ADVENTO B

 


domingo, 13 de dezembro de 2020

III DOMINGO ADVENTO B - A partir da Palavra

 

III DO ADVENTO: «…Alguém que não conheceis.» - Ano B
Caminhavam errantes pelo mundo. Ninguém os conheciam, mas a sua alegria era contagiante!
Quando chegavam à cidade, a música, a magia e as luzes cobriam os rostos dos mais novos!
Era o circo! Trazia sempre uma novidade… libertava gargalhadas e alimentava sonhos!
Nestes tempos de desilusão e ilusão, exultar de alegria é sinónimo de Esperança.
Em nós o Senhor da Vida faz maravilhas.
Somos Felizes com a Misericórdia que o Bom Deus nos oferece.
A fidelidade ao nosso Baptismo é como o sol que nasce a cada amanhã.
A oração abre a nossa mente ao Santo Espírito e afasta-nos do mal.
Hoje, no 3º domingo do Advento, S. João Baptista, o enviado por Deus, esclarece-nos:
«Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz.»
Com palavras tão fortes e firmes, a Voz que clama no deserto,
inunda a nossa vida com borboletas coloridas que nos provocam felicidade.
Respiramos de alívio e a Esperança aquece o nosso coração!

Vivemos uma nova era. O mundo já não vive na sombra do medo.
A noite já não é iluminada por lamparinas alimentadas a azeite.
No entanto, as trevas tomaram proporções elevadas e mais temíveis:
Recusamo-nos a endireitar o caminho por onde passamos.
Continuamos sem querer conhecer Aquele Alguém que S. João Baptista tanto apregoava.
Agora sim… somos corações pobres e atribulados… cativos e tristes.

Neste preciso momento, Tu és o enviado por Deus…
O Espírito Santo está em ti.
Todo o teu íntimo é uma fonte inesgotável do Amor do Pai.
Desvela-te!
Não te detenhas, nem tenhas medo de Ser testemunha da Luz que veio ao mundo.

Quando a noite e o luar vão altos…
Tu podes ser a chama mais pequena que existe,
mas se acreditares que O grande Profeta está para chegar,
iluminarás a vida de todos os que andam perdidos e sós.

Viver o Baptimo que recebemos é limpar, constantemente, a nossa Alma.
Recomenda-se um exame de consciência diário, ao deitar…
e de manhã acordamos com aquela sensação de cara lavada!

Não deixes para depois o que precisas edificar agora.
Semeia palavras de Alegria…
Espalha sorrisos de Esperança…
Alimenta a Fé com gargalhadas audíveis…
e abraça a todos, sem distinção,
com um olhar que transborde Caridade!


Revela-te! Sê o circo que chega à cidade
Liliana Dinis