DESTAQUE

INFORMAÇÕES ÀS COMUNIDADES EM TEMPO DE 'NOVO' CONFINAMENTO- 14 Janeiro 2021

CAROS CRISTÃOS DAS PARÓQUIAS DE ALVADOS, MIRA DE AIRE E SÃO BENTO Reenviam-se as informações da Conferência Episcopal Portuguesa, acabadas d...

sábado, 15 de fevereiro de 2020

VI DOMINGO COMUM A - A partir da Palavra


VI TC  Ano A
«…se alguém transgredir um só destes mandamentos...»

“Pelos que têm responsabilidades educativas, para que saibam promover a cultura do povo fundada nos mandamentos de Deus…”
Estamos nesta estrada que nos leva por locais remotos e nos lança desafios sem fim.
Estarrecemos nos cruzamentos e entramos em pânico nas ruas sem saída!
A marcha para trás não é opção, porque não somos um veículo…
Com cada um de nós nasce somente a máxima: “Em frente! Esse é o caminho!”
O tempo passa! O que permanece são as pontes que edificamos e o percurso que traçamos!
 Somos pioneiros, somos audazes e devíamos ter sempre presente que há quem nos siga!
«Diante do homem estão a vida e a morte: o que ele escolher, isso lhe será dado.»
Somos destemidos, curiosos e tornamo-nos modelos para tantas vidas.
«Ensinai-me, Senhor, o caminho dos vossos decretos, para ser fiel até ao fim.
Dai-me entendimento para guardar a vossa lei e para a cumprir de todo o coração.»

Somos Missão e… a possibilidade de nos descartamos desta Missão é impossível!
«Mas a nós Deus o revelou por meio do Espírito Santo,
porque o Espírito Santo penetra todas as coisas, até o que há de mais profundo em Deus.»
Hoje, a liturgia do 6º domingo do Tempo Comum, do Ano A,
não arruma quem quer que seja da sua condição de Ser Humano!
A Palavra de Deus vem com sábios sinais que nos orientam na vida. O Mestre explica:
«Antes que passem o céu e a terra, não passará da Lei a mais pequena letra ou o mais pequeno sinal, sem que tudo se cumpra.»
 A Lei que Moisés recebeu ainda é a mais bela e fecunda bússola,
que faz com que a Alegria se espalhe pelos quatro cantos da terra.
Ficar à margem dessa orientação é destruir a liberdade que Deus, Nosso Pai, nos oferece a cada manhã.
Aquele que disser que não sabe por onde ir…
Aquele que achar que não está no caminho certo…
Aquele que se sente incapaz de seguir pela estrada…
Eu e tu que tantas vezes caímos no desalento!
Eu e tu que tantas vezes nos perdemos por atalhos!
Eu e tu que medimos forças sem partilharmos o que somos e conhecemos!
Nós… Aqueles que nos ajoelhamos perante o Senhor que nos criou,
somos o motivo pelo qual a guerra ainda vence
e a maldade ainda tem esperança de possuir a terra!

Hoje, o sol voltou a nascer e ainda habitamos este mundo.
Porque não fazermos da nossa vida uma porta aberta entre a humanidade
e o Senhor da VIDA?
A opção é TUA e é MINHA.
Deus, pacientemente, aguarda por nós no final da estrada!
Com muitos ou poucos arrependimentos… com muitos ou poucos seguidores…
com a forte convicção que a Missão foi cumprida, ou não…
Hoje, só uma “coisa” devia fazer o Teu e o Meu Coração pulsar. Sabes o quê?
A interpelação de alguém: “Gostava de ser como TU!”
que faz com que encontres Deus com os braços abertos.
É aqui que sabes que o mundo, graças a ti, por saberes dar graças a Deus,
(por saberes usar a tua liberdade)
é agora um local mais belo, mais justo, mais alegre, mais fraterno, mais Livre…
Aprende a Lei e cumpre-a sem hesitar! Sê um bom professor… um bom Mestre!
Abrirás caminhos e edificarás pontes!
Liliana Dinis


VI DOMINGO COMUM A