sábado, 31 de março de 2018

HÁ CONTÁGIOS BONS... EIS A PÁSCOA - A L E L U I A!

Há contágios que nos fazem felizes...a quem os promove, pela coragem e ousadia e a quem os acolhe (e entra neles) pela sensibilidade do acolhimento. Rosto felizes fazem rostos felizes. Aleluias geram aleluias! Vejam...porque é bonito

https://www.youtube.com/watch?v=-DGzHCfmv5k&feature=youtu.be

(se quiserem ver as legendas em português fazer clik no filme - em baixo à direita no ícone Definições HD e em legendas escolher português)

ESTA NOITE É PÁSCOA...
AMANHÃ É PASCOA...
A PÁSCOA ABRE-NOS À ETERNIDADE

ALELUIA!



40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia - sábado santo



31 MAR
Sábado Santo


 Do Evangelho de João: 
E viu dois anjos vestidos de branco, sentados, um à cabeceira e outro aos pés, onde jazera o corpo de Jesus. Disseram-lhe eles: Mulher, porque choras? Porque levaram o meu Senhor, respondeu, e não sei onde O puseram (Jo 20, 12-13



Não, naquele dia em que a terra não parou, não abrandou. 
Não pediu perdão. 
Jesus não teve tempo para pensar se aquilo
que estava a viver era um sonho ou um espelho da verdade. 
Não teve tempo para deixar uma carta aos seus amigos 
ou para lhes explicar, com detalhe, 
o pesadelo que estaria prestes a viver. 
Enquanto os seus ossos quebravam 
e a sua pele se retorcia numa dor aguda, 
Jesus não pensou em nada. 
O seu corpo ficou suspenso numa experiência inacreditável 
e insuportável para qualquer ser humano. 
Terá fechado os olhos, por várias vezes, 
na esperança de regressar ao cheiro do colo da sua mãe. 
Não regressou. 
Não houve tréguas nem hipótese de liberdade condicional. 
Não houve direito a recurso ou a contestação. 
Houve, sim, um silêncio que queimava tanto 
como todas as feridas que levava abertas dentro e fora de si.
O que aconteceu a Jesus ficou lá atrás. Não é do nosso tempo. 

Ainda assim, é da nossa responsabilidade. 
Vamos a caminho do Calvário e Jesus vai à nossa frente.
A dar o peito às balas por cada um de nós. 
A amparar a possibilidade de nos ferirmos 
com as Suas próprias feridas. 
Vamos a caminho da Cruz e Jesus vai à nossa frente. 
A beijar o caminho que os nossos pés vão pisar, 
para que não nos doam tanto como, um dia, os Seus doeram.
Vivemos um tempo de grande consternação 

porque simpatizamos com o que aconteceu a Jesus. 
Sabemos que foi errado. 
Que não é assim que se tratam as pessoas. 
Que ninguém merece sofrer para sempre. 
No entanto, reduzimos este tempo 
a uma pequenez triste e inacreditável. 
Reduzimos a nossa simpatia pelas feridas de Jesus 
a um não-comer-um-chocolate; 
a um não-beber-aquele-cafezinho; 
a um dar-uma-moeda-para-o-pobrezinho. 
É muito mais aquilo que Jesus nos pede. 
Pede-nos a coragem para beijar as Suas feridas. 
Essas que moram na pele de cada um dos nossos irmãos. (Marta Arrais)



 Oração: 
“Senhor Jesus!
no silêncio contempla-se melhor.
O Teu Corpo fica envolvido
pelas trevas da terra,
a mesma terra da qual brotará nova vida.
Dai-me a graça de 
olhar para dentro,
dentro do coração e perscrutar aí
os sinais da vida que ressurge e renasce
É o Teu Espírito que repõe a vida 
a ossos ressequidos e dá ânimo
aos abatidos pela tristeza da morte..
Amen!



sexta-feira, 30 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia - sexta-feira santa




30 MAR
Sexta-feira Santa


 Do Evangelho de João: 
«Aquele que viu é que dá testemunho, e o seu testemunho é verdadeiro. Ele sabe que diz a verdade, para que também vós acrediteis. Assim aconteceu para se cumprir a Escritura, que diz: «Nenhum osso Lhe será quebrado». Diz ainda outra passagem da Escritura: «Hão-de olhar para Aquele que trespassaram». (19,35-37).

Coração ardente de Jesus, abrasai nosso pobre coração.
Ó Chagas de Jesus, penetrai-nos com uma seta de amor para com Jesus.
Ó Sangue de Jesus, inebriai-nos de amor para com Jesus.
Ó Agonia de Jesus, ajudai-nos suportar com resignação nossa última agonia.
Ó Sofrimentos de Jesus, dai-nos paciência nas contrariedades.
Ó Açoites de Jesus, preservai-nos do desespero eterno.
Ó Morte de Jesus, fazei-nos morrer para todo amor que não seja por Jesus.
Ó Lágrimas de Maria, obtende-nos a graça de chorar nossos pecados.
(Autor desconhecido)
 Oração: 
“Senhor Jesus!
Contemplando o vosso corpo inerte,
perscrutando a dor de Vossa Mãe,
envolvido pelas trevas da maldade
e testemunhando o vosso amor que se deixa crucificar por nós,
peço-vos perdão 
por não ter ainda a força para beijar as feridas abertas
no Vosso coração e por ser tão 'light'
nas minhas opções de vida.
Dai-me a graça da coragem da cruz
e ensinai-me a fidelidade.
Isto suplico, a Vós, em comunhão com o Pai
e o Espírito Santo.
Amen!





quinta-feira, 29 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia - QUINTA-FEIRA SANTA

29 MAR
QUINTA-FEIRA SANTA

Missa Crismal e Instituição da Eucaristia
 Do evangelho de Mateus 
Enquanto comiam, tomou Jesus o pão e, depois de pronunciar a bênção, partiu-o e deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, comei. Isto é o meu corpo. Tomou, em seguida, um cálice, deu graças e entregou-lhes dizendo:
Este é o meu sangue, sangue da aliança, que vai ser derramado por muitos para a remissão dos pecados … Ora um dos discípulos, aquele que Jesus amava, estava à mesa junto do peito de Jesus (26,26-28)

------------------------
Santo dia!
O prelúdio precioso, a antecipação da doação.
Entramos em 'Tríduo Pascal'.
Na dádiva sacramental do pão e do vinho 
o Senhor entrega-se antecipadamente na cruz.
'Esta é a minha vida que vai ser entregue por vós'.
Naquele 'Cenáculo' - lugar da amizade, onde se encontram em oração - 
acontece o grande mistério do amor sacramental.
Um prodígio inaudito:
o Senhor faz-se alimento da sua pobre criatura!
Aqui estão as fontes do amor supremo, 
que se abre ao mundo na Eucaristia.
Aqui também se materializa e se inicia
a 'venda' do amor por uns tantos 'tostões',
por parte de Judas.
-----------------------------
 Oração: 
Ó Coração sagrado, vítima dos homens,
peço-vos perdão pela traição de Judas
e pelos crimes que vos hão-de afligir, humilhar,
e ferir até ao fim dos tempos sobre todos os altares da terra;
perdão pelos cristãos indignos,
por mim
Amen!

quarta-feira, 28 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (38) - quarta-feira santa

28 MAR
Quarta feira santa

 Do livro de Isaías 
O Senhor Deus ensinou-me o que devo dizer, para saber dar palavras de alento aos desanimados. Cada manhã desperta os meus ouvidos, para que eu aprenda como os discípulos. 0 Senhor Deus abriu-me os ouvidos, e eu não resisti, nem recusei.  Aos que me batiam apresentei as espáduas, e a face aos que me arrancavam a barba; não desviei o meu rosto dos que me ultrajavam e cuspiam.  Mas o Senhor Deus veio em meu auxílio; por isso não sentia os ultrajes. Endureci o meu rosto como uma pedra, pois sabia que não ficaria envergonhado. 0 meu defensor está junto de mim. Quem ousará levantar-me um processo? Compareçamos juntos diante do juiz! Apresente-se quem tiver qualquer coisa contra mim.  O Senhor Deus vem em meu auxílio; quem poderá condenar-me? (50,4-9)

------------------------
Santo dia!
'Arrepiante', é talvez a palavra que mais se coaduna
com o acontecimento.
Foi durante a Ceia pascal, 
aquele acontecimento tão festivo
e tão cheio de memória, 
que Judas 'mete a mão no prato',
não para partilhar do pão,
mas para colocar aí o 'veneno' subtil da traição,
deixando-se dominar pela tentação 
das 'moedas'.
Foi um acto livre, como acontece com tantos hoje!
Assumirão a responsabilidade de entregar o amigo?
Nesta sucessão em catadupa de acontecimentos 'mortais'
- porque antes da morte na cruz há a morte da amizade de discípulo - 
está-nos, no entanto, garantida
aquela fortaleza da tenacidade dum amor que não vacila,
porque ao mesmo tempo que o mal tem tendência de vantagem,
também jorra a comunhão mais forte do Pai,
que está com o Filho,
como garantia certa de vitória!
-----------------------------
 Oração: 
Senhor Jesus Cristo, queremos, hoje,
confessar-nos diante de Ti.
Para isso, pedimos-Te um coração arrependido,
e palavras humildes e sinceras.
Também nós Te vendemos, mais do que uma vez.
Todos os dias especulamos sobre a tua pessoa,
e vivemos desse miserável lucro. Nós, que tu amas!
Como podes suportar-nos ainda na tua casa,
a comer o pão das tuas lágrimas e a beber o sangue do teu sofrimento?
Vendido por nós, por quase nada,
compraste-nos com o preço infinito do teu sangue.
 Que, através da ferida do teu Coração,
possamos ser introduzidos e estabelecidos para sempre na comunhão do teu amor. Ame
n.

terça-feira, 27 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (37) - terça-feira santa

27 MAR
Terça feira santa

 Do livro de Isaías e do evangelho de João 
E agora o Senhor declara-me que me formou desde o ventre materno, para ser o seu servo, para lhe reconduzir Jacob, e para lhe congregar Israel. Assim me honrou o Senhor. O meu Deus tornou-se a minha força. Disse-me: «Não basta que sejas meu servo, só para restaurares as tribos de Jacob, e reunires os sobreviventes de Israel. Vou fazer de ti luz das nações, para que a minha salvação chegue até aos confins da terra.» (49,5-6)
"Tendo dito isto, Jesus perturbou-se interiormente e declarou: «Em verdade, em verdade vos digo que um de vós me há-de entregar/» 0s discípulos olhavam uns para os outros, sem saberem a quem se referia. Um dos discípulos, aquele que Jesus amava, estava à mesa reclinado no seu peito. Simão Pedro fez-lhe sinal para que lhe perguntasse a quem se referia. Então ele, apoiando-se naturalmente sobre o peito de Jesus, perguntou: «Senhor, quem é?» Jesus respondeu: «É aquele a quem Eu der o bocado de pão ensopado.» E molhando o bocado de pão, deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes. (13, 21-26)

------------------------
Santo dia!
Adensam-se as 'trevas' da noite de breu da humanidade, 
conduzidas pelas mãos humanas e pelos beijos traiçoeiros.
Serei eu, Senhor?
A luz vencerá, mas só o poderá fazer,
rompendo pelo interior das trevas da cruz.
'não basta que sejas meu servo...
farei de ti luz das nações'.
Deus escolhe-nos desde o 'ventre materno' e,
mesmo que a rebeldia e a maldade teimem em apoderar-se,
a vitória está garantida.
o Pai nunca abandona o Seu Filho,
mesmo quando as pedras do Calvário, 
a insensatez dos 'poderes do mundo',
a incongruência dos destinatários da salvação...
parecem predominar!
A 'entrega' está iminente, 
mas o amor fiel mais forte!
(lembremos o tenente-coronel que - nestes dias - 
se entregou em lugar dos reféns, 
sucumbindo às mãos do assassino. 
Afinal ainda há 'outros cristos' hoje! 
Grande exemplo pascal).
Preparemo-nos para a suprema 'hora' do Redentor.
-----------------------------
 Oração: 
Senhor Jesus,
Tu conheces todas as possibilidades das nossas traições,
das nossas repentinas reviravoltas,
das dissimuladas e insinuantes afirmações,
que ferem o coração da comunidade
e ferem o teu coração, sempre em agonia, até ao fim do mundo.
Judas, traidor, continuou a ser, para Ti, um amigo,
a quem ofereceste um último gesto de delicada predilecção.
O Amor, que és Tu, não retira o que ofereceu, nunca renega o que é.
Prefere consumir-se no sofrimento e na morte!
Todos levamos em nós as trevas de Judas,
a impulsividade de Pedro, o amor de João.
 E por todos Te ofereces, porque nos amaste até à morte.
 É a tua glória. É a glória do Pai!
O seu amor eternamente fiel,
revela-se no teu rosto desfigurado pelo sofrimento.
A Ele a vitória! A Ele a glória para sempre! Amen.

segunda-feira, 26 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (36) - segunda-feira santa

26 MAR
Segunda feira santa

 Do evangelho de João 
Maria ungiu os pés de Jesus com uma libra de perfume de nardo puro, de alto preço, e enxugou-lhos com os seus cabelos. A casa encheu-se com a fragrância do perfume. Nessa altura disse um dos discípulos, Judas Iscariotes. aquele que havia de o entregar: «Porque é que não se vendeu este perfume por trezentos denários, para os dar aos pobres?» Ele, porém, disse isto, não porque se preocupasse com os pobres, mas porque era ladrão e, como tinha a bolsa do dinheiro, tirava o que nela se deitava. Então, Jesus disse: «Deixa que ela o tenha guardado para o dia da minha sepultura! De facto, os pobres sempre os tendes convosco, mas a mim não me tendes sempre.» (12,3-8)

------------------------
Santo dia!
Este jantar é como se fosse o prelúdio da última Ceia.
É o princípio do fim...
e é nesse momento que acontecesse um dos gestos mais belos
do ser humano, do que ele também é capaz:
prostrar-se, ajoelhar-se, e beijar o pés do Senhor.
Que alegria e que lucidez, a desta mulher!
Ela percebeu a 'grandeza' da humanidade de Jesus...
Ela 'olhou' e pressentiu o que os convivas não viam...
Ela soube 'escolher a parte melhor'... beijar os pés do Salvador
e derramar 'perfume', como suave fragância
de quem se sente amado!
Esta Maria é imagem da união com com o sacrifício de Cristo,
que contrasta com a esquálida e 'infeliz' figura de Judas. 
O amor dilatou o coração de Maria, irmã de Lázaro, 
enquanto a mesquinhez fechou irremediavelmente o de Judas Iscariotes.
Nesta proximidade à Páscoa 
é muito bom saber que há ainda aqueles e aquelas
que descobrem um amor maior,
mesmo antes do mistério supremo se revelar!
-----------------------------
 Oração: 
Senhor Jesus,
concede-me a graça de viver estes dias da tua Paixão perto de Ti,
de ser excessivamente generoso contigo,
como foi Maria que «desperdiçou» um perfume tão precioso para Te honrar.
Que jamais ceda à tentação de pensar que, aquilo que faço por Ti,
podia ser útil para outros fins mais ou menos «piedosos» …
Dá­-me a graça de compreender,
quanto é possível neste mundo, o teu amor por mim.
Então compreenderei também que,
tudo quanto faço por Ti, é pouco, ainda que pareça muito.
Amen.

domingo, 25 de março de 2018

PROCISSÃO DE RAMOS EM MIRA DE AIRE- 25MAR2018

REVIVER, CELEBRAR, CAMINHAR... NO 'CANTO DA ESPERANÇA' QUE A FÉ NOS PROPORCIONA!
Além da algumas fotos 
Eis uma pequena fotomontagem:



























40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (34) - DOMINGO DE RAMOS


25 MAR
DOMINGO DE RAMOS


 Do Livro de Isaías: 
"O Senhor deu-me a graça de falar como um discípulo,
para que eu saiba dizer uma palavra de alento
aos que andam abatidos.
Todas as manhãs Ele desperta os meus ouvidos,
para eu escutar, como escutam os discípulos.
O Senhor Deus abriu-me os ouvidos
e eu não resisti nem recuei um passo.
Apresentei as costas àqueles que me batiam
e a face aos que me arrancavam a barba;
não desviei o meu rosto dos que me insultavam e cuspiam.
Mas o Senhor Deus veio em meu auxílio,
e, por isso, não fiquei envergonhado;
tornei o meu rosto duro como pedra,
e sei que não ficarei desiludido."
(50,4-7).

«Não temas, Maria, pois achaste graça diante de Deus» .(Lc 1,30).
O Papa aos jovens na jornada mundial da juventude, domingo de Ramos:
«Não deixeis, queridos jovens, que os fulgores da juventude
se apaguem na escuridão duma sala fechada,
onde a única janela para olhar o mundo seja a do computador e do “smartphone”…
Abri de par em par as portas da vossa vida!
Os vossos espaços e tempos sejam habitados por pessoas concretas,
relações profundas, que vos deem a possibilidade
de compartilhar experiências autênticas e reais no vosso dia-a-dia…
Vós, jovens, quais são os medos que tendes?
Que é que vos preocupa mais profundamente?...
Um dos medos mais comuns entre os jovens
«é o de não ser amados, bem-queridos, de não ser aceites»,
pelo que muitos, «na tentativa de se adequar a padrões frequentemente artificiais e inatingíveis,
têm a sensação de dever ser diferentes daquilo que são na realidade».
Fazem contínuos “foto-retoques” das imagens próprias,
escondendo-se por trás de máscaras e identidades falsas,
até chegarem quase a tornar-se eles mesmos um “fake”, um falso.
Muitos têm a obsessão de receber o maior número possível de apreciações “gosto”…
O papa convida os jovens a «dar um nome» aos seus medos:
«Hoje, na situação concreta que estou a viver, o que é que me angustia, o que é que mais temo?
O que é que me bloqueia e impede de avançar?
Porque é que não tenho a coragem de abraçar as decisões importantes que deveria tomar?
Não tenhais medo de olhar, honestamente, para os vossos medos,
reconhecê-los pelo que são e enfrentá-los…
Muitas vezes o obstáculo à fé não é a incredulidade, mas o medo.
Neste sentido, o trabalho de discernimento, depois de ter identificado os nossos medos,
deve ajudar-nos a superá-los,
abrindo-nos à vida e enfrentando serenamente os desafios que ela nos apresenta.
De modo particular para nós, cristãos,
o medo nunca deve ter a última palavra,
mas ser ocasião para realizar um ato de fé em Deus... e também na vida».

O Papa Francisco lembra que na Bíblia encontra-se «365 vezes a expressão “não temer”, nas suas múltiplas variações», como que a dizer que Deus quer que os seres humanos estejam «livres do medo todos os dias do ano».

 Oração: 

Ó Jesus, aproxima-se o tempo e a hora
do mistério assombroso da Vossa Paixão.
Nestes dias de 'santidade',
que nos aproximam do teu amor excelso e sublime
ajuda-nos a 'não ter medo',
como Vossa mãe não teve,
e a sermos corajosos testemunhas 
da iniquidade dos homens e do Vosso infinito amor.
Ámen.





sábado, 24 de março de 2018

40 PENSAMENTOS QUARESMAIS - um cada dia (33) - sábado da quinta semana

24 MAR
Sábado da quinta semana Quaresma

 Do evangelho de João 
«Que havemos nós de fazer, dado que este homem realiza muitos sinais miraculosos? Se o deixarmos assim, todos irão crer nele e virão os romanos e destruirão o nosso Lugar santo e a nossa nação.» Mas um deles, Caifás, que era Sumo Sacerdote naquele ano, disse-lhes: «Vós não entendeis nada,nem vos dais conta de que vos convém que morra um só homem pelo povo, e não pereça a nação inteira.» (11,47-50)

------------------------
Quantas vezes não se condena pelas costas,
com a cobardia da pretensa 'sabedoria',
uma sabedoria que anula o outro
e usa as artimanhas do 'popularismo' e do poder
para afastar 'quem faz sombra'!
São as palavras e os 'milagres' de Jesus que causam inveja. 
Não é o mal que comete, mas o bem! 
Que incongruência humana!
E ainda há a questão tão actual e pertinente:
'é melhor que sofra e morra o outro, mesmo sendo inocente, do que eu'!
Quanta irresponsabilidade e fuga diante das situações injustas,
quanta insensibilidade humana.
Procura-se o caminho mais fácil do 'falso testemunho',
da acusação incoerente e infundada,
para denegrir e 'matar' o irmão.
-----------------------------
 Oração: 
Senhor Jesus, durante este tempo da Paixão, 
quero recolher-me diante do realismo da tua cruz. 
A tua promessa ainda não suprime os conflitos, 
nem nos dá a paz de um modo qualquer. 
Ajuda-me a percorrer também o teu caminho de 'entrega', 
para entrar na glória, que começa desde já. 
Que jamais eu ceda à tentação de fugir do combate, 
permitindo que a divisão se radique no mundo, 
e fazendo coro com os teus inimigos. 
Ajuda-me a aceitar generosamente a luta, confiando na tua graça, 
invocada na oração.
 Assim participarei, desde já, 
na vitória definitiva do amor e na alegria do Pai. Amen.