segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

ALARGAR HORIZONTES (XLII) - Conto de Natal

Quem tem a ousadia de dizer que hoje já não há Natal? Quem se pode alhear destes 'sinais' grandiosos da Vida que é maior que todos os sofrimentos e 'guerras'? Quem é capaz de dizer (após ter lido)  que o Natal é coisa velha, caduca, do passado? Quem pode arrogar-se de banalizar e afirmar que não há 'contos' bem reais e actuais?
É onde estiver a atenção do teu coração que há (ou não) Natal!
Feliz tempo natalício...
-------

quarta-feira, 25 de dezembro de 2019

UMA LUZ - JESUS - QUE BRILHA COM A SUA MÃE! (Natal em Mira de Aire)

Em todo os lugares 'onde se reuniram dois ou três em nome do Filho, Menino de Belém, ali esteve Ele no meio deles'. As comunidades celebraram o nascimento de Jesus e então é Natal. Alvados, Mira de Aire e São Bento, escutaram o anúncio 'alegrai-vos...'! Quem se dignou ir ao encontro da Luz que era o Menino, não ficou insensível aos sinais e às evidências natalícias, porque na Eucaristia deste solene dia, tudo foi mais 'cuidado' e aprimorado. O protagonista merecia e desde o canto, ao acolhimento da 'Luz de Belém', ao presépio vivo...tudo se revestiu de formosura e vitalidade. 
Em Mira de Aire, por ser a semana da Festa da padroeira, Nossa Senhora do Amparo, privilegiaram-se alguns momentos, próprios destes dia. A mãe, Nossa Senhora, saiu às ruas da vila, para 'dizer' que o Seu Filho está no meio de nós.
A 'berço do Filho', a Igreja, foi primorosamente embelezada e sentiu-se nestes sinais exteriores que o Natal 'mexe' com o coração dos mirenses. Guiados e animados pelos Q'79 (os que fizeram 40 anos este 2019) deu-se início à semana que junta os mirenses na sua festa anual.

UMA FOGUEIRA





UMA IGREJA 







UM PERCURSO COM MARIA (Nossa Senhora do Amparo)












A luz que veio de Belém!




O NATAL NÃO É SÓ UM DIA...

NATAL DO SENHOR

“Pelos que neste dia estão tristes e sozinhos, para que reconheçam em Jesus, o
Salvador, e O adorem como verdadeiro Deus …”
Fecundidade que brota do Milagre de Natal traz-nos a Esperança mais bela e pura,
que sai do esboço do papel e se concretiza em alegria e amor verdadeiro.

Haverá maior motivo para celebrar do que o nascimento?
O Nascer é tão Divino e extraordinário
que ainda não há qualquer explicação científica para a dimensão de tal verbo!
Apenas, há relatos sobre o que tal acção executa nos seres humanos…
Quando um passo e outro passo resultam no nascer de um abraço:
«Como são belos sobre os montes os pés do mensageiro que anuncia a paz…»Quando em pleno deserto o nascer de uma flor provoca alegria:
«Depois de ter realizado a purificação dos pecados, sentou-Se à direita da Majestade no alto dos Céus…»Quando o nascer de um Menino é revelação pura e santa do Rosto Divino de Deus:
«Todos os confins da terra viram a salvação do nosso Deus.»Quando uma luz pequenina e singela nasce, as trevas dissolvem-se e cada um de nós entoa alegremente:
«Vinde adorar o Senhor.»

Hoje, é Natal do Senhor… é o celebrar do momento mais fecundo entre Deus e a humanidade.
É o reconhecer profundo da vinda de Deus até à humanidade:
«A Deus, nunca ninguém O viu. O Filho Unigénito, que está no seio do Pai, é que O deu a conhecer.»Olhar para o Menino pequenito, para a beleza do Emanuel,
e permitir que o Seu olhar nos afague a tristeza,
é reconhecer que Deus, nosso Pai,
vem eternamente ao nosso encontro!

O Natal carrega consigo a ternura do Presépio e
a certeza de que este mundo é muito mais do que o local que habitamos.
Deus cria carinhosamente cada ramo de todas as árvores que embelezam os jardins.
O Pai abriga cada gota de água, de cada oceano que nos faz sonhar com a infinita força Divina.
O Senhor da Vida fecunda a terra árida e seca do coração humano
e faz brotar Esperança e Fé com todo o Seu amor!

Sabes, o Senhor vem!
Vem com toda a Sua bondade despertar no teu peito
a vontade de cumprir os desígnios do Pai.
Não passa como quem não traz nada nas mãos…
nem quer levar o que é teu…
Abandona em ti um querer insaciável por Ele
e quer-Te profundamente!

Hoje, há algo que podes e deves fazer antes de qualquer partilha e até antes da tua oração…
Olha para ti! Olha para tudo o que fizeste antes da vinda do Menino.
Olha para tudo o que disseste e não realizaste.
Olha para os sorrisos que espalhaste e as lágrimas que limpaste.
Olha… e nesse olhar para o teu Ser, para o teu coração, encontra Aquele que vem!
Hoje, a Tua Missão é Ser como o Menino Rei que vem e é Vida!
e… onde há vida, há alegria… há Amor… Há um Deus Menino que vem!
Liliana Dinis

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

sábado, 21 de dezembro de 2019

IV DOMINGO ADVENTO - A partir da Palavra...

IV Advento
«…apareceu num sonho o Anjo do Senhor…» - Ano A

“Pelos homens que recusam os sinais de Deus
e pelos que são incapazes de acreditar n’Ele, para que o Príncipe da Paz Se lhes revele…”
Responsabilidade que carregamos no peito em anunciar a Boa Nova
àqueles que partilham o dia-a-dia connosco, invade a nossa vida de Esperança!
Estar atento, permanentemente, aos humildes sinais que o Bom Pai nos envia,
faz de cada um de nós um instrumento essencial na Revelação Divina do Rosto amoroso de Deus.
 Para que o Evangelho se concretize, hoje, eu e tu temos de unir o nosso coração à vontade de Deus e
confiarmos totalmente nos Seus desígnios, sem apresentarmos qualquer dúvida:
«Não pedirei, não porei o Senhor à prova».Precisamos de estar com “as antenas ligadas” a qualquer bip emitido:
«Por Ele recebemos a graça e a missão de apóstolo, a fim de levarmos todos os gentios a obedecerem à fé…»Recarregamos baterias… e como filhos obedientes que anseiam cumprir o que o Pai pede, rejubilamos:
«Este será abençoado pelo Senhor e recompensado por Deus, seu Salvador.
Esta é a geração dos que O procuram, que procuram a face do Deus de Jacob. »
e assim… encontramos o verdadeiro Natal!
Hoje, no último domingo do Advento, do Ano A,
precisamos assumir, definitivamente, a Responsabilidade de acolher o Menino no centro da nossa vida!
É urgente agarrar as palavras que o Anjo anuncia a José, filho de David«…não temas…»,
para que brote do nosso coração uma Fé inabalável, uma Esperança infinita e um Amor Misericordioso (Divino)…
Hoje, é o momento de despertarmos do sono e aniquilarmos as dúvidas e os anseios.
Se o nosso coração fala, porque tememos seguir?
(Não culpes a falta de tempo… Deus dá o tempo, és tu quem o gasta! Elabora um horário e cumpre-o.)
Se vem ao nosso pensamento, porque tentamos esquecer?
(Não culpes a sociedade… Deus dá a Liberdade, és tu que te enclausuras! Sê diferente e serás mais fiel ao teu EU.)
Se alguém pergunta por Deus, porque não vens descobri-Lo?
(Não culpes a invisibilidade Divina… Deus dá o Seu Filho, és tu quem não O queres ver! Na Eucaristia Ele revela-se.)
Os sinais, neste tempo do Advento, são mais fortes do que em qualquer outro tempo:
As músicas que nos fazem sonhar, as luzes que nos abrem os olhos, os sorrisos audíveis,
os beijos partilhados, os abraços que nos aquecem e o Amor que nasce entre olhares…
tudo é presente de Deus! Aceita-o!
É Natal?
SIM! É Natal! O Emanuel vem, novamente, para trazer cor, alegria, paz e a Salvação!
Sente agora este frio que te arrepia a espinha e
muda-o em calor humano ao receberes alguém que está triste, oprimido e com medo!
Ao aceitarmos com naturalidade a condição Divina de Baptizados, a nossa Missão,
que tantas vezes nos abandona em água morna, faz sentido e refresca-nos a cabeça…
Com o pensamento certo!
Com os pés firmes na terra!
Com o coração rasgado!
Com tudo e todos que encontramos pelo caminho árduo!
Desperta! Temos de fazer o que o Senhor nos ordena!
Temos de ser felizes… não abras mão dessa felicidade!
Tens uma responsabilidade tão bela e profunda no projeto traçado por Deus, não sentes?
És uma Missão… Acolhe o Emanuel e faz com que a salvação se concretize hoje, amanhã e para todo o sempre!
Eu vou contigo! Somos família! Vamos juntos! Sem medo
Liliana Dinis

IV DOMINGO ADVENTO A


OS PADRES DO SEMINÁRIO VÊM ÀS NOSSAS PARÓQUIAS

10 a 12 de Janeiro.
Os padres do Seminário de Leiria vêm até nós. Vêm conversar e dar testemunho na catequese, com os pais e catequistas e com todos os que participarem nas Eucaristias desse fim-de-semana. Aproveitemos.
Ver programa abaixo

É BELO SER PADRE

sábado, 14 de dezembro de 2019

III DOMINGO ADVENTO - A partir da Palavra

III Advento: Ano A

«Vou enviar à tua frente o meu mensageiro...»- 

“Para que na Igreja inteira, nesta Diocese e nas suas paróquias, se anuncie a Boa Nova a toda a gente, e o Espírito faça florir cada deserto…”
Compromisso de todo o Cristão é Evangelizar!
É fazer desabrochar a alegria no seio de qualquer perturbação.
É usar as mãos para edificar o bem e semear o Amor.
É ter coragem para abraçar quem vive na dor e na angústia.
É Ser Esperança…e é saber esperar, com paciência, o SENHOR!
Gostamos de cor e de flores… de diálogos intensos e sentidos… de sorrisos e gargalhadas.
A certeza de que tudo será bom e de que no deserto há um oásis, afaga-nos a esperança:
«Voltarão os que o Senhor libertar,
hão-de chegar a Sião com brados de alegria, com eterna felicidade a iluminar-lhes o rosto.»
A luz invade-nos o peito para renovar a coragem de observarmos nos outros, tudo o que queremos que o Senhor da Vida nos perdoe: «Não vos queixeis uns dos outros, a fim de não serdes julgados.»Somos como canas agitadas pelo vento que quando abrem os olhos à voz de Deus, cantam com Fé e alegria: «O Senhor protege os peregrinos, ampara o órfão e a viúva e entrava o caminho aos pecadores.»O Espírito Santo faz de cada coração humano seu abrigo, seu berço… O que há a temer?
Hoje, a Liturgia do III domingo do Advento compromete a nossa vida na alegria permanente que devemos emitir.
O desafio é ser como Aquele que todos esperam…
É ser «…bem-aventurado (…) e não encontrar em Jesus, O Cristo motivo de escândalo».
É ser na humildade o maior de todos os viventes e saber que seremos «(…)o menor no reino dos Céus».
É ser Profeta para anunciar a Boa Nova a este mundo, que conhece o Menino Deus e se afasta da Sua Luz!
É ser Baptizado e apertar o próprio coração com toda a força, para que dele brote a Esperança para todos os que andam perdidos, sozinhos, cansados…

O Natal está a chegar!
Ouve-se em todas as emissoras de rádio, em todos os canais televisivos, anuncia-se nas redes sociais…
Começamos a azáfama e a procura desmedida das prendas, para fazer aqueles que amamos mais felizes!
O que não se escuta é o nosso coração! Nem Aquele que o faz bater…
O que não procuramos é a calma e o silêncio de uma família unida que cumpre o compromisso do seu baptismo…
Ficamos menos felizes e mais insatisfeitos, porque “passou o dia, passou a romaria”, e não nasce o fruto da terra!

O que te faz feliz, afinal?
O Senhor trará uma chuva primaveril que nos aquece a alma e nos faz querer ser mais do que um deserto, mais do que terra seca, mais do que o stress das compras…
O Mestre fita-nos com Aquele olhar singelo e penetrante de um bebé, que nos sorri do Berço…
Fica calado e no nosso coração há um apelo que estremece a pedra que nele habita:
«Ide contar a João o que vedes e ouvis:
os cegos vêem, os coxos andam, os leprosos são curados, os surdos ouvem,
os mortos ressuscitam e a Boa Nova é anunciada aos pobres.»

A palavra de ordem para HOJE, não é esperar o Senhor!
O Menino Jesus já habita entre nós. Eis a Boa Notícia!!!
A Tua Missão é ir contar ao João… e não te prendas ao nome! Aproveita e diz à humanidade inteira:
“O Senhor vem, de novo, trazer a Esperança com vigor!
Vem acender a coragem que apagaste durante o ano que passou! Vem e quer-te, profundamente”
Vai e rejubila… O Senhor «é rei por todas as gerações.»Sê desbocado! Anuncia! Evangeliza! Sê mensageiro de Amor e Esperança!
Liliana Dinis

III DOMINGO ADVENTO A


terça-feira, 10 de dezembro de 2019

A VIDA 'ABENÇOADA' - BÊNÇÃO DAS GRÁVIDAS

No dia da Imaculada Conceição - 8 de Dezembro - algumas jovens mães e pais - que esperam o feliz momento de verem com os seus olhos a luz da uma nova vida - quiserem acolher e receber a bênção de Deus para os seus filhos, que trazem ainda no seio materno. Aconteceu nas paróquias de Mira de Aire e São Bento (como abaixo se pode confirmar nas imagens), durante a Eucaristia da comunidade.São momentos singelos, mas de enorme sentido. A Mãe de Jesus será sempre um modelo de acolhimento feliz da vida e uma guia segura para todas (os) as mães que esperam um filho.Eis a prece que foi feita:

Senhor Deus, criador do género humano, 
cujo Filho, pelo poder do Espírito Santo, 
se dignou nascer da Virgem Maria, 
para redimir e salvar os homens, 
escutai com bondade as preces destas vossas filhas 
que acolhem o dom da maternidade 
e que humildemente Vos suplicam 
pela saúde dos filhos que vão nascer, 
para que, acolhendo-os como dádiva divina, 
juntamente com os esposos e pais, 
se dediquem plenamente ao vosso serviço 
e alcancem a vida eterna. 


SÃO BENTO








MIRA DE AIRE