A VER


Calendário Interparoquial

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

A FÉ É SER FORTES ATÉ AO FIM - em tempo de Advento

Reproponho como meditação, no início deste NOVO ano litúrgico, novo tempo... este testemunho que a muitos de nós faz emergir a 'pele de galinha'. Admirável, a grandeza na simplicidade, no meio dos 'perigos de morte', a bater à porta; admirável a presença tenaz - que só pela fé genuína e por uma grande sentido de liberdade é possível - no meio de aparentes ruínas; admiráveis as palavras cheias de amor autêntico e entrega total. 
... e consigo 'entrever' neste aparente frágil ser humano - esta mulher (Irmã Guadalupe)- após este seu testemunho 'vivo' e cheio de coerência, a figura da Mãe de Jesus, Maria! Nem eu sei bem porquê? Mas talvez até saiba: pela ousadia de continuar a confiar mesmo com todos os sinais de destruição, pela presença corajosa nos meio de 'bombas e granadas', pela fé, por não ter 'vergonha' de falar abertamente do bem e do mal, por aceitar seguir um caminho tão exigente por 'Jesus' (como Maria), pela simplicidade e generosidade de nos ensinar que - quem tem Cristo em si - é capaz de coisas que 'nem o olho humano viu, nem jamais passou pela mente humana...'!
(guardem um tempinho sereno e calmo - longo tempinho - para esta meditação).
Só mais um pormenor: Alepo, neste momento, é um montão de ruínas e destruição...
Pode parecer uma meditação muito pouco espiritual... mas creio que é por aqui que devemos ir: perceber que ser cristão é acolher Jesus e 'tentar' ser um pouco d'Ele, para onde quer que a vida nos 'empurre'!
Bom Advento, em vista de um santo Natal.

https://www.youtube.com/watch?v=Xb959nKgtZg